Encontro Gourmet III

Mais de um mês depois venho aqui falar como foi minha experiência no terceiro Encontro Gourmet.
Esse ano de casa nova, o encontro aconteceu no campus da Estácio de Sá, o que nos possibilitou contato com as cozinhas da faculdade e nos rendeu aula " mão na massa".
Para quem ama cozinhar isso foi demais!

Como sempre tudo estava impecável, stands lindos e cheios de gostosuras. Para mim que participo desde de a primeira edição é sempre uma alegria estar lá, reencontrar tanta gente querida e conhecer pessoas novas.

Volto para casa sempre com gostinho de quero mais e sempre que vejo uma foto ou experimento um produto que recebemos dos patrocinadores é como reviver aquele clima novamente.


Claro que antes da abertura oficial o evento fomos recebidos com um delicioso café da manhã

SuFresh, Iguaçu e Renata
Delícias Fleischmann

Abertura do Encontro 


São realmente as meninas super poderosas!
Workshops:

La Pastina - Chef Fernando Alonso mostrando técnicas de gastronomia molecular

Queijos Palmyra - delícia de workshop

Sandeléh - Chef Eduardo Maya
 Me emocionei mesmo nesse workshop, quem me conhece sabe o quanto eu gostaria de trabalhar com comida e por muitos motivos ainda não segui esse sonho. O Chef Eduardo Maya começou aos 37 anos, mudou de vida. Ainda existe luz para mim!

Tupperware- muito divertido e esse ceviche estava muito bom!

Mão na massa União
Para aula mão na massa eu escolhi logo os doces e não me arrependi, a chef deu dicas ótimas para quem gosta de fazer bolos. Logo vou fazer esse bolo de churros, a massa é muito perfumada.

Não conseguir fotografar todos os stands, quem quiser ver a lista completa das empresas participantes é só acessar o site do encontro.

Miriam dos Bolos, Camil, Forno de Minas e Fugini

Baden Baden, Madame Formiga, La Pastina e Class Bar

União, A Casa Encantada Empório, Castelo e Naked Cake lindo da Delicious by Mari


E a melhor parte encontrar pessoas queridas!



Tietar Carlos Bertolazzi!

E ainda sair carregada de presentes!


Para ver mais fotos acesse o Cozinha da Gertrudes no Facebook!

E que venha o tetra!!

Beijos,

Festival de Sopas

Olá,

Nesse frio o corpo pede comidas quentinhas e a vontade de lavar louça diminui drasticamente, então uma sopa ou creme cai bem.

Resolvi colocar nesse post os cremes que tenho feito. Porque sopa para mim tem que ser creme, eu não gosto de sopa com massa. O processo é o mesmo desde sempre, um ou mais legumes, caldo ou água, temperos, cozinha, bate, acerta o tempero, adiciona creme de leite ou não e serve!

Eu procuro variar os temperos, curry, páprica, tahine, hortelã e por aí vai.

Esse creme de ervilha já fiz com bacon e com calabresa, mas depois que experimentei com as raspas de limão dispenso os dois.

Creme de Ervilha 
( com bacon , calabresa ou só ervilha)

Ingredientes:
  • 300g de ervilha congelada
  • 500 ml caldo de legumes
  • 100g de calabresa ou bacon
  • 1/2 cebola pequena 
  • 1 dente de alho pequeno
  • 1 colher (chá) de azeite
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • raspas de limão
Preparo:
  1. Em uma panela frite o bacon ou a calabresa na própria gordura;
  2. Retire da panela e reserve;
  3. Na mesma panela coloque o azeite e refogue a cebola e o alho, sem deixar queimar;
  4. Acrescente a ervilha congelada e o caldo;
  5. Cozinhe por uns 15  minutos, até a ervilha ficar molinha;
  6. Deixe esfriar um pouco e bata no mixer ou liquidificador até formar um creme;
  7. Acerte a consistência com mais caldo se desejar;
  8. Sirva com o bacon ou calabresa reservados e raspas de limão.
Se for fazer só de ervilha comece pelo passo 3!



Outras receitas que tomaram meu coração vieram de outras cozinhas e foram reproduzidas aqui mais de uma vez:

Aqui a única coisa que eu alterei, foi usar água no lugar do leite. Essa sopa selou meu amor por tahine.



Só digo que essa sopa é dos deuses!!


Sopa Cremosa de Cogumelos do Figos e Funghis
Diferente e super saborosa!


Um outro status para o creme de legumes, combinação deliciosa e com "sustância".


No marcador sopas aqui do blog você ainda encontra outras opções.
Escolha a sua e aqueça o corpo e a alma!

Beijos

Bolo de Banana e Goiabada

Mais um bolo de banana e pensamentos loucos.
Quando eu fui tirar a foto para esse bolo eu  reparei o quanto a forma estava velha e como esteticamente ficaria "feia".
Só que pensando bem, não achei nada de feio, são minhas melhores formas, herdadas da minha mãe e da minha avó, são as formas onde fiz meus primeiros bolos.
Não sei se é por causa do alumínio antigo ou pela carga emocional, a verdade é que elas produzem os melhores bolos!
Esse não foi diferente, fofinho, perfumado, delicioso!



Bolo de Banana e Goiabada
Fonte: Revista Ana Maria

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de manteiga
  • 4 ovos ( gemas e claras separadas)
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 200 g de goiabada em fatias finas
  • 4 bananas prata ou nanica em fatias pelo comprimento
  • açúcar e canela em pó para polvilhar
Preparo:
  1. Aqueça o forno a 200 graus;
  2. Bata as claras em neve e reserve;
  3. Bata bem o açúcar, com a manteiga e as gemas até formar um creme;
  4. Acrescente o leite, intercalando com a farinha de trigo;
  5. Acrescente o fermento e o sal;
  6. Misture delicadamente as claras em neve;
  7. Despeje metade da massa em uma assadeira (34,5X 23) untada e enfarinhada, distribua as fatias de goiabada e cubra com o restante da massa;
  8. Por cima coloque as fatias de banana e polvilhe com açúcar e canela;
  9. Asse até dourar, aproximadamente 30 minutos.

Beijos,

Manteiga de amendoim

Olá,

estou aqui tentando postar novamente, não sei quando vou conseguir fazer isso com mais regularidade, mas vamos lá, sempre em frente!
Minha cozinha não é tão equipada como eu gostaria, ainda que suficiente para o que eu preciso. Esses dias o liquidificador pifou e já que tinha que comprar outro, optei pelo sonhado multi processador.
Bobo né? Mas eu queria muito!
A primeira coisa que eu fui fazer: manteiga de amendoim. Não dá nem para dizer que é receita de tão fácil.
É só jogar no google que terá centenas de opções.
Eu já fiz 3 vezes, a primeira deu errado. Fiz assim:

Manteiga de amendoim
Ingredientes:

  • 300 g de xerém de amendoim
  • 1 colher de óleo de coco
  • 1 colher (sopa) de açúcar

Preparo:
Coloque tudo no processador e bata até formar uma pasta. Quanto mais bater mais cremoso fica.
É preciso desligar várias vezes o processador e raspar as laterais. Parece que vai dar errado, mas não vai, é só ter paciência.

Na primeira tentativa eu obtive essa consistência:





Dá para formar bolinhas ou dadinhos. Ahhh dadinhos, já sou apaixonada pelo industrializado, caseiro ficou de morrer de comer.
O óleo de coco dá um aroma e gostinho bem bom.
Ficou bem firme e eu queria mais cremoso, mesmo batendo não amolecia. Achei em um site uma receita que falava para acrescentar água quente, fiz isso e desandou total! Foi para o lixo :(
Não vou colocar o site aqui, porque tenho certeza que o erro foi meu, eu não segui o processo indicado desde o inicio.
Refiz e deixei nessa consistência mesmo.

Acabou comi tudo, repeti a receita somente com amendoim e 3 colheres (sopa) de açúcar. Aqueci o xerém  no forno por uns 10 minutos antes de bater e obtive essa consistência:



Escolha a que preferir, é fácil, mais barato que os vendidos e delicioso.
Eu usei o xerém por praticidade e por não ter encontrado amendoim sem sal, mas vale usar o amendoim cru, torrar, tirar as casquinhas e bater.



Beijos

Sobrecoxas Crocantes com Hondashi

Essa receita no brinde da Ajinomoto que recebemos no Encontro Gourmet.
Me chamou atenção por usar o Hondashi, normalmente usado em peixes.
Sei que frituras não é a opção mais saudável, mas de vez em quando não vejo problema.
O prato é saborosíssimo, vale muito a pena fazer. Poucos ingredientes e muito sabor.



Sobrecoxas Crocantes com Hondashi
Receita Ajinomoto

Ingredientes:

  • 4 sobrecoxas de frango desossadas
  • 2 xícaras (chá) de água
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de gergelim
  • 3 sachês de Hondashi
  • óleo para fritar

Preparo:

  1. Dilua 1 sachê de Hondashi na água e mergulhe as coxas de frango;
  2. Deixei uns 15 minutos nesse molho;
  3. Misture a farinha de trigo com 2 sachês de Hondashi e o gergelim;
  4. Retire os pedaços de frango da água e passe-os diretamente na farinha temperada, empanando bem todos os lados e repita esse processo até criar uma "casquinha" espessa;
  5. Em uma panela funda aqueça o óleo e frite as sobrecoxas por imersão, até que fiquem douradas;
  6. Escorra bem em papel toalha e reserve aquecidas.


Acompanhamento:
3 abobrinhas médias cortadas em tiras no sentido do comprimento
2 colheres (sopa) azeite de oliva
sal, pimenta do reino e temperos a gosto

Em uma frigideira aqueça o azeite e refogue as abobrinhas até ficar "al dente" . Tempere com sal, pimenta e temperos a gosto.
Sirva com as sobrecoxas.

Beijos,